Wednesday, May 05, 2010

100 Portuguese Books of the 20th Century


A selection of 20th Century Portuguese literary works by Fernando Pinto do Amaral.

Very few of the books in this list are available in English, even those of more known authors, Portuguese literature is still largelly unknown in the English speaking world.

A Cidade e As Serras, Eça de Queirós (1845-1900) (The City and the Mountains)
Gente Singular, Manuel Teixeira Gomes (1860-1941)
Marânus, Teixeira de Pascoaes (1877-1952)
Húmus, Raul Brandão (1867-1930)
Pedro o Cru, António Patrício (1878-1930)
Terras do Demo, Aquilino Ribeiro (1885-1963)
Clepsidra, Camilo Pessanha (1867-1926)
Ensaios, António Sérgio (1883-1968)
Canções, António Botto (1897-1959)
Poemas de Deus e do Diabo, José Régio (1901-1969)
A Selva, Ferreira de Castro (1898-1974) (Jungle. A Tale of the Amazon Rubber-Tapping)
Charneca em Flor, Florbela Espanca (1894-1930)
Gladiadores, Alfredo Cortês (1880-1946)
Mensagem, Fernando Pessoa (1888-1935) (Message)
A Criação do Mundo, Miguel Torga (1907-1995) (The Creation of the World)
Sedução, José Marmelo e Silva (1913-1991)
Nome de Guerra, Almada-Negreiros (1893-1970)
Contos Bárbaros, João de Araújo Correia (1899-1985)
Gaibéus, Alves Redol (1911-1969)
Solidão/Notas do Punho de Uma Mulher, Irene Lisboa (1892-1958)
Apenas Uma Narrativa, António Pedro (1909-1967)
O Barão, Branquinho da Fonseca (1905-1974) (The Baron)
Historiazinha de Portugal, Adolfo Simões Müller (1909-1989)
Noite Aberta Aos Quatro Ventos, Adolfo Casais Monteiro (1908-1972)
Mau Tempo No Canal, Vitorino Nemésio (1901-1978) (Stormy isles: An Azorean tale)
O Caminho da Culpa, Joaquim Paço D'Arcos (1908-1979)
O Dia Cinzento, Mário Dionísio (1916-1993)
Poesia, Sophia de Mello Breyner Andresen (n.1919)
Poesias, Álvaro de Campos (The Collected Poems of Alvaro de Campos)
Odes, Ricardo Reis
Poemas, Alberto Caeiro (The Collected Poems of Alberto Caeiro)
Poesias, Mário de Sá-Carneiro (1890-1916)
A Toca do Lobo, Tomás de Figueiredo (1902-1970)
Ossadas, Afonso Duarte (1884-1958)
As Mãos e os Frutos, Eugénio de Andrade (n.1923)
Poesia I, José Gomes Ferreira (1900-1985)
Retalhos da Vida de Um Médico, Fernando Namora (1919-1989)
A Secreta Viagem, David Mourão-Ferreira (1927-1996)
O Fogo e As Cinzas, Manuel da Fonseca (1911-1993)
Pelo Sonho É Que Vamos, Sebastião da Gama (1924-1952)
A Sibila, Agustina Bessa-Luís (n. 1922)
História da Literatura Portuguesa, António José Saraiva (1917-1993) e Óscar Lopes (n. 1917)
Movimento Perpétuo, António Gedeão (1906-1997)
Dimensão Encontrada, Natália Correia (1923-1993)
Pena Capital, Mário Cesariny (n. 1923)
Teatro, Bernardo Santareno (1924-1980)
A Origem, Graça Pina de Morais (1929-1992)
Léah, José Rodrigues Miguéis (1901-1980)
No Reino da Dinamarca, Alexandre O'Neill (1924-1986)
A Cidade das Flores, Augusto Abelaira (n. 1926)
Bastardos do Sol, Urbano Tavares Rodrigues (n. 1923)
Tanta Gente, Mariana..., Maria Judite de Carvalho (1921-1998)
A Colher na Boca, Herberto Helder (n. 1933)
Felizmente Há Luar!, Luís de Sttau Monteiro (1926-1993)
O Palhaço Verde, Matilde Rosa Araújo (n. 1921)
Rumor Branco, Almeida Faria (n. 1943)
Xerazade e os Outros, Fernanda Botelho (n. 1926)
A Torre da Barbela, Ruben A. (1920-1975)
Praça da Canção, Manuel Alegre (n. 1936)
Estou Vivo e Escrevo Sol, António Ramos Rosa (n. 1924)
Teoria da Literatura, Vítor Manuel de Aguiar e Silva (n. 1939)
O Delfim, José Cardoso Pires (1925-1998)
A Noite e o Riso, Nuno Bragança (1929-1985)
As Aves, Gastão Cruz (n.1941)
Maina Mendes, Maria Velho da Costa (n. 1938)
Peregrinação Interior, António Alçada Baptista (n. 1927)
A Raiz Afectuosa, António Osório (n. 1933)
Novas Cartas Portuguesas, Maria I. Barreno (n.1938), Maria T. Horta (n. 1937) e Maria V. da Costa (The Three Marias - New Portuguese Letters)
Os Sítios Sitiados, Luiza Neto Jorge (1939-1989)
Paisagens Timorenses com Vultos, Ruy Cinatti (1915-1986)
Toda a Terra, Ruy Belo (1933-1978)
O Que Diz Molero, Dinis Machado (n. 1930)
Finisterra, Carlos de Oliveira (1921-1981)
O Labirinto da Saudade, Eduardo Lourenço (n.1923)
Rosa, Minha Irmã Rosa, Alice Vieira (n.1943)
Sinais de Fogo, Jorge de Sena (1919-1978)
Instrumentos Para a Melancolia, Vasco Graça Moura (n. 1942)
Uma Exposição, João M. F. Jorge (n. 1943), Joaquim M. Magalhães (n. 1945), Jorge Molder (n. 1947)
O Silêncio, Teolinda Gersão (n. 1940)
Livro do Desassossego, Fernando Pessoa-Bernardo Soares (The Book of Disquiet)
Memorial do Convento, José Saramago (n.1922) (Baltasar and Blimunda)
Os Universos da Crítica, Eduardo Prado Coelho (n.1944)
Para Sempre, Vergílio Ferreira (1916-1996)
Amadeo, Mário Cláudio (n. 1941)
Um Falcão no Punho - Diário I, Maria Gabriela Llansol (n. 1931)
Adeus, Princesa, Clara Pinto Correia (n.1960)
As Moradas 1 & 2, António Franco Alexandre (n. 1944)
O Medo, Al Berto (1948-1997)
Gente Feliz com Lágrimas, João de Melo (n. 1949)
O Pequeno Mundo, Luísa Costa Gomes (n. 1954)
A Ilha dos Mortos, Luís Filipe Castro Mendes (n. 1950)
A Musa Irregular, Fernando Assis Pacheco (1937-1995)
Um Canto na Espessura do Tempo, Nuno Júdice (n. 1949)
Um Deus Passeando pela Brisa da Tarde, Mário de Carvalho (n. 1944) (A God Strolling in the Cool of the Evening)
Vulcão, Luís Miguel Nava (1957-1995)
Guião de Caronte, Pedro Tamen (n. 1934)
Geórgicas, Fernando Echevarría (n. 1929)
O Vale da Paixão, Lídia Jorge (n. 1946)
Cenas Vivas, Fiama Hasse Pais Brandão (n. 1938)
Não Entres Tão Depressa Nessa Noite Escura, António Lobo Antunes (n. 1942)

4 comments:

  1. shocking how few are translated in to english ,know there is a new version of book of disquiet out on serpents tail

    ReplyDelete
  2. Yes, but personally I would go for the edition translated by Richard Zenith. he's a specialist in Fernando Pessoa, recognized even in Portugal, where he has coordinated a few editions of Fernando Pessoa's works

    ReplyDelete
  3. What about Helena Parente and Marilene Felinto?

    ReplyDelete
  4. Indeed it's sad there aren't more books translated. But Margaret Jull Costa can't translate everything alone ;)

    ReplyDelete